0

Na manhã de hoje (21) o carnavalesco Mauro Xuxa divulgou via redes sociais o seu desligamento da Flor de Vila Dalila. O anúncio acontece a aproximadamente 90 dias do desfile da atual campeã do Grupo Especial de Bairros da UESP (antigo Grupo 2).

Mauro, que foi o responsável por desenvolver o enredo “No toque do tambor… crença que o tempo não apaga”, já havia falado com o Amantes do Carnaval sobre o desenvolvimento do tema e você pode ler aqui.

Em seu perfil no Facebook o carnavalesco assim escreveu:

“Hoje (21) inicia-se uma nova fase em meu âmbito profissional, onde sempre defendi e continuarei defendendo a cultura do SAMBA e por ser SAMBISTA, defendendo o que é correto e com linhas de um bom trabalho executado.
Mas há dias em que temos que tomar decisões que talvez sejam drásticas para alguns, mas que para nós foram caminhos corretos e que a postura tenha que ser sempre em prol de futuros degraus que retornam para que sejam as forças de subirem outros degraus em grandes proporções vantajosas e satisfatórias.
Para alguns foram apagadas as luzes e deixando escuro alguns caminhos, mas para outros (EU) abrindo portas e passando para outros estágios de nossas vidas com a certeza que deixei para trás um legado e ensinamentos de grandes posturas e trabalhos de alto gabaritos o qual nunca guardo somente para mim.
Assim como aprendi com muitos outros profissionais, também faço o mesmo, que é ser sambista e passar ensinamentos.
Ao longo dos meus 41 anos de estrada no samba e carnaval e como profissional, nunca me ocorreu isso, de tomar outros rumos em meio a uma temporada. Mas sempre temos a primeira vez.
Que as energias espirituais e de ancestrais possam sempre permanecerem com o sol clareando o caminho de todos.
XUXEXOS XEMPRE.”

Carnavais recentes de Mauro Xuxa
O profissional é experiente no Carnaval de São Paulo e estava presente na Flor da Vila Dalila desde 2018. Antes, porém, esteve na Acadêmicos da Tatuapé de 2012 a 2016, conseguindo neste último um vice campeonato do Grupo Especial.

Em 2018 assinou o enredo da Barroca Zona Sul no Grupo de Acesso 1, garantindo o terceiro lugar à verde e rosa. Em 2017 foi o responsável por comandar a reedição de 2004 da Imperador do Ipiranga.

Resposta da Flor de Vila Dalila
Em contato com a agremiação, nossa equipe não teve resposta até o fechamento desta reportagem. Assim que, e se, tivermos um feedback, atualizaremos a matéria.

Comentários do Facebook

Conheça as fantasias que ilustrarão o enredo “É coisa de preto”

Previous article

União Independente da Zona Sul faz ensaios todas as terças e sábados até o Carnaval 2020

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like