Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

Ala das Baianas: as mães de todo sambista!


Quem nunca chegou a uma quadra de escola de samba e foi recebido com aquele axé gostoso das baianas? A ala das baianas além de tradicional é de extrema importância para toda agremiação, mesmo não sendo quesito, caso a escola entre na avenida sem a ala imediatamente será penalizada.

Não existe quem não goste desta ala formada por simpáticas senhoras, todos esperam ansiosamente pelo rodopiar majestoso das baianas. A tradição do samba está em cada rosto marcado pelo tempo, quantas e quantas histórias nossas baianas tem para nos contar, como eram os carnavais de antigamente, como era o samba e sambistas no passado e muitas outras coisas fabulosas de se ouvir.

A ala das baianas é composta por mães, avós e até bisavós, a origem como o nome já diz vem da Bahia. Antigamente existiam as taieiras, elas eram mulatas que se vestiam de baianas para formar uma guarda de honra do andor de Nossa Senhora do Rosário e na Procissão de São Benedito. Uma curiosidade que talvez muitos não saibam, é que no início do surgimento das escolas de samba, a tradicional ala das baianas era formada apenas por homens.

Ver a ala das baianas sempre é algo emocionante, ver o amor das senhorinhas pela escola, com toda garra e dedicação ao pavilhão é algo inenarrável. Desfilar com uma fantasia de até 30 quilos não é tarefa para qualquer pessoa, ainda mais quando se passa dos 70, 80, 90 e até 100 anos. Uma vez perguntei para uma baiana como ela conseguia desfilar com todo aquele peso sem passar mal na avenida, ela me disse ¨Eu criei 6 filhos sozinha, trabalhando a vida inteira para dar o que comer para meus meninos, desfilar com peso, chuva ou calor é um dos maiores prazeres da minha vida¨. Depois de criar os filhos, hoje as baianas adotam os sambistas com muito carinho, nos proporcionando conviver com a sabedoria e maturidade de quem viveu uma vida dedicada ao samba.

“O amor de mãe é o combustível que lhe permite a um ser humano fazer o impossível.”

Feliz Dia das Mães para todas as mães do samba!

Fabiane Faria é formada em Jornalismo pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, atualmente está cursando História e é membro de uma comissão de Frente em São Paulo.

 

 

Comentários Facebook

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

2 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *