0

Notícia atualizada em

No dia 06 de julho, a tradicional Camisa Verde e Branco publicou uma nota revelando o substituto de mestre Marcão à frente da bateria Furiosa: o nome dele é Renan Calmon. Cria da agremiação, o jovem conversou com a equipe do Amantes do Carnaval de São Paulo revelou a emoção de ser o responsável pelos ritmistas da escola que iniciou sua carreira. Confira.

(Imagem: arquivo pessoal)

Como começou sua trajetória no Carnaval de São Paulo?

Minha família toda é do samba e meu primeiro desfile foi em 1991 pela Camisa Verde e Branco onde fui campeão do carnaval tocando exatamente na bateria. Conheci outras escolas em 2002 quando fui primeiro repique na Acadêmicos do Tucuruvi e fiquei por lá entre os anos de 2002, 2003, e em 2008, voltei como diretor de tamborim.

E quando conquistou um cargo relevante em uma bateria?

Meu primeiro ano de diretor foi na Leandro de Itaquera, em 2006 e atuei lá por muito tempo como ritmista. Coleciono passagens pela Império de Casa Verde com um trajetória que começou em 2003 e estou até hoje por lá.

Estive também na Tom Maior por 7 temporadas e voltarei como ritmista  no próximo carnaval.

Desfilou em baterias de outros estados?

Tenho passagens em muitas agremiações do grupo de Acesso e também do grupo Especial do Rio de Janeiro. Desfilei na União da Ilha, Mangueira e atualmente estou na Unidos da Tijuca.

Atuou como mestre em alguma bateria?

Não, nunca atuei, mas há muito tempo tentei essa façanha na escola de samba Passo de Ouro, mas eu era muito jovem e foi só uma experiência como ritmista.

Qual a sensação de ser o mestre de bateria na Camisa Verde e Branco?

A sensação?  Estou sentido uma coisa que nunca senti na minha vida. Inexplicável. Obrigado Barra Funda.

Já tem algum projeto para seus diretores?

Ainda não escolhemos todos os diretores. Temos alguns nomes, mas preciso ver se encaixam no meu trabalho, depois disso vamos nos reunir e dar início ao trabalho.

Como avalia o desempenho das baterias em São Paulo?

As baterias de São Paulo, sem exceção, trabalham muito duro! Algumas começam as atividades logo após o carnaval e os ritmistas não fazem corpo mole. Todas merecem o nosso reconhecimento.

Comentários do Facebook

“Vai-Vai não veio luxuosa, mas respeitou os critérios de julgamento”, defende Paula Penteado

Previous article

Ouça os sambas concorrentes da Leandro de Itaquera para o próximo carnaval

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

More in Acesso 1