0

Notícia atualizada em

“Arapuca Tupi – A Reconquista de Uma Terra Sem Dono” é  enredo que a escola de samba X-9 apresentará, pelo grupo de Acesso 1, no próximo carnaval. O projeto da verde, vermelho e branco, leva assinatura do carnavalesco estreante, Igor Carneiro, e foi apresentado na noite desta terça-feira (07) durante uma transmissão ao vivo da escola.

Durante a live, os espectadores acompanharam um super show com o time de cantores, que deu boas-vindas ao interprete Léo do Cavaco. No momento do lançamento do enredo, o novo carnavalesco fez uma introdução e, em seguida, um clipe de apresentação foi exibido num telão.

Leia o texto de apresentação:

Trata-se de um tema indígena de caráter crítico-social, baseado em uma história fictícia, que carrega traços de um universo distópico revertido a uma utopia carnavalesca. Ou seja, a trama inicia-se no caos e se encerra vislumbrando um país que todos sonhamos.

Além da ficção, o enredo pretende atirar uma flecha certeira na questão nacional da devastação do nosso meio ambiente e na atual desmoralização das lutas indígenas de forma reflexiva e real.

Sabe aquela ideia que todos já ouviram alguém dizer:

“- Vamos devolver a terra pros índios e pedir desculpas pelo estrago”?

Partindo dessa premissa nasceu a idealização do tema, que vai além de um simples plano de devolução ou um pedido de desculpas.

Diante do caos social em que se encontra nossa nação, a civilização perdida e desconsolada, renuncia à frente de uma operação indígena, que surge a fim de propor soluções imediatas para a sociedade a partir de princípios e ensinamentos próprios, que serão aplicados transformando o panorama caótico em uma perspectiva conveniente e otimista na intenção de reconstruir um país mais justo.

Nesta história, tais ensinamentos serão aplicados de forma pacifica num clima de redenção e purificação, permeando a exuberante cultura nativa, suas crenças e hábitos. A partir daí, a propícia “arapuca” concedida armada/feita/montada pelos nativos, apresentará os principais elementos para a reconquista de um mundo melhor por meio da preservação da natureza, liberdade, igualdade, fartura e respeito; adventos de esperança e purificação de um novo tempo que renascerá, devolvendo ao povo indígena sua legitimidade. O desfecho do desfile, sugere a valorização de nossa arte numa espécie de releitura dos movimentos culturais e de manifestações carnavalesca comemorando este novo mundo e sua verdadeira identidade.

Com essa proposta a X-9 Paulistana, pretende fazer um “auê” inesquecível em sua história, se consolidar definitivamente no seu espaço de direito e trilhar um caminho preenchido de novas conquistas e vitórias.

Identidade visual do projeto – Imagem: divulgação X-9

 

 

Comentários do Facebook

Vila Maria preenche mil vagas para teste gratuito da Covid-19 e abre lista de espera

Previous article

Ouça os sambas concorrentes da Unidos do Peruche para o próximo carnaval

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

More in X-9