0

Por Guilherme Queiroz e Felipe Cruz
Arte: Tiago Bombonatti

Já era madrugada de terça-feira (7) quando a tradicional Camisa Verde Branco anunciou sua reedição para 2017: “A Revolta da Chibata. Sonho, Coragem e Bravura. Minha história: João Cândido, Um Sonho de Liberdade”, tema apresentado pela verde e branco no Carnaval 2003.

Veja o vídeo com o anúncio do enredo campeão:

A escolha aconteceu na quadra da entidade e reuniu muitos sambistas e também componentes do trevo. Cinco reedições participaram da competição, entre elas 1977 –  “Narainã, A Alvorada Dos Pássaros”, 1987 – “Barra Funda Estação Primeira”, 1988 – “Convite Para Amar”, 1992 – “Banho de Luz que me Seduz” e 2003 – “A Revolta da Chibata. Sonho, Coragem e Bravura. Minha história: João Cândido, Um Sonho de Liberdade”.

IMG_2956

Além da escolha, houve a despedida do Intérprete Tiganá, que muito emocionado, relembrou sambas da Camisa e da Mocidade Alegre, onde cantará no próximo ano. A agremiação também deu boas-vindas ao seu novo cantor, Marcinho, que foi apresentado pelo presidente Velozo e conquistou aplausos da comunidade.

IMG_3108

A Revolta da Chibata passou na avenida em 2003 pelas mãos da Camisa Verde Branco, no Grupo Especial, e trouxe para a escola a sexta colocação. Na época, o desenvolvimento do tema ficou por conta de Rodrigo Siqueira e Armando Barbosa e o samba foi composto por Carlos Júnior (intérprete) e Didi.

IMG_3055

Ouça o samba e veja a letra:

A Revolta da Chibata. Sonho, Coragem e Bravura. Minha história: João Cândido, Um Sonho de Liberdade – Compositores: Carlos Jr e Didi


[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]
Vou navegar – eu vou eu vou
Vem nesse mar de amor amor
Sou Barra Funda sou samba no pé
Gira baiana seu gingado tem axé

Orgulhosamente a Verde e Branco vai passar
Abram alas que a minha história eu vou contar
Sou o Almirante Negro, um bravo feiticeiro,
O grande dragão do mar

Não é ilusão o que vocês verão
A marinha tinha preconceitos e injustiças
E nos Pampas minha infância foi trocada
Por batalhas imortais, me revoltando
No navio Minas Gerais

Na batida do tambor
O lamento se escondia
E na chibata do senhor
O movimento de revolta se expandia

Assim, o tal Catete enganava,
O mundo inteiro com a anistia aclamada
Na Ilha das Cobras a vingança foi voraz
Ignoraram a bandeira da paz

E o sofrimento rumo à Amazônia
Selava o destino, fim da vida ou escravidão?
Glória ao nosso povo brasileiro
Meu sonho hoje é verdadeiro[/toggle]

Presidente Velozo conversou com nossa equipe e falou sobre a escolha para 2017, ouça:

Em 2017 a Camisa desfilará pelo Grupo de Acesso e o desenvolvimento do desfile será realizado por uma comissão de Carnaval, composta por sete integrantes, entre eles o Carnavalesco Marco Aurélio Ruffin.

O que foi a Revolta da Chibata?

A Revolta da Chibata ocorreu durante o governo de Hermes da Fonseca, em 1910. Foi um levante de cunho social, realizado em subdivisões da Marinha, sediadas no Rio de Janeiro. O objetivo era por fim às punições físicas a que eram submetidos os marinheiros, como as chicotadas, o uso da santa-luzia e o aprisionamento em celas destinadas ao isolamento. Os marinheiros requeriam também uma alimentação mais saudável e que fosse colocada em prática a lei de reajuste de seus honorários, já votada pelo Congresso.

 

 

 

 

Comentários do Facebook

Confira o enredo 2017 da Acadêmicos do Tucuruvi

Previous article

Vai-Vai anuncia uma importante renovação para 2017

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

More in Enredos 2017