0

A escola de samba Morro da Casa Verde vai desfilar em 2020, pelo Grupo de Acesso 2, com enredo “O grandioso desfile de Reis!”, que vem sendo desenvolvido pelo carnavalesco Babu Energia.

Nesta semana, a agremiação divulgou a sinopse que auxiliará os compositores no desenvolvimento do samba-enredo.

Leia o texto:

Introdução:

O G.R.C.S.E.S. Morro da Casa Verde apresenta o grandioso desfile de Reis e olha que são muitos, mas escolhemos alguns e iremos contar suas histórias reais ou fictícias de grandes personagens do passado e presente nos mostrando grandes lições de vitorias e fracassos em suas lutas.

Abram os olhos e se permitam embarcar em nosso grandioso desfile de Reis, afinal, quem foi Rei nunca perde a majestade. Observação: O enredo não segue uma ordem cronológica, entre os assuntos e pessoas reais ou fictícias aqui abordados.

1º Setor: Abram Alas para a realeza negra

Quem abre esse desfile e Ganga Zumba, nascido em 1630 no reino do Gongo (Angola) foi capturado e vendido como escravo no Brasil, conseguiu fugir da fazenda que era explorado e foi para o quilombo dos palmares localizado no atual estado de Alagoas onde os negros refaziam suas vidas ao escapar dos cativeiros na era colonial brasileira. Nessa época, todo negro sonhavam em fugir e viver o sonho da liberdade em palmares. Livre em Palmares, Ganga Zumba se destacou e foi proclamado o primeiro rei de Palmares, assim foi ganhando força ao demonstrar sabedoria, liderança e tática na luta contra os soldados portugueses, vencendo várias batalhas em defesa do seu povo, comunidade que já abrigava cerca de 30 mil quilombolas e que era chamada de Angola Pequena em “bantu”. Ganga Zumba recebia o respeito de um monarca e as honrarias de um Lorde.

Após perder várias batalhas contra Palmares, em 1678 o governador de Pernambuco Pedro Almeida propõe um acordo de paz e liberdade para o quilombo, Ganga Zumba aceita e assina o acordo, mas tudo não passava de uma cilada para destruir Palmares e ao descobrir o Rei Ganga Zumba é misteriosamente assassinado.

Nesse momento surge o novo rei Zumbi “O Senhor da Guerra” (no dialeto bantu), sobrinho de Ganga Zumba aos 23 anos já liderava grandes batalhas, representante da força e garra ele inflamou toda Palmares prometendo lutar bravamente e resistir contra a opressão portuguesa. Durante seu reinado, Zumbi transformou Palmares em uma grande fortaleza, vencendo todas as batalhas, o senhor da guerra mostrava grande habilidade no planejamento e organização do quilombo além de coragem e conhecimentos militares. Ele se tornou o maior símbolo de resistência e luta contra a escravidão no Brasil. Morreu em 20 de novembro de 1695, lutando pelo povo e reino, valeu Zumbi nossa consciência é negra até hoje e rogamos ao nosso pai Rei Xangô justiça a todo mal que fizeram ao nosso povo.

Xangô, Rei da Justiça

Kaô Kabelê, é uma expressão em nagô que significa “venham saudar o rei”.

Durante muito tempo ele foi o grande rei de Oyó (cidade onde nasceu, que atualmente faz parte da região ocidental da Nigéria), onde se consagrou o rei da justiça. Ele é uma das divindades africanas mais importante e poderosa, muito cultuado nas religiões afro brasileiras, a força e a coragem deste bravo guerreiro abençoam todos na terra através de sua luz.

O rei Xangô é o orixá que governa a justiça e a verdade, sua força está nas pedreiras, seu símbolo é o machado que ao bater nas pedreiras provoca imensas faíscas de fogo para atingir seus inimigos. Sua cor principal é o vermelho.

Se no passado a luta por justiça e igualdade foi difícil no presente ela continua e mais uma vez pedimos justiça e luz a Xangô para o nosso militante “in memoriam” Nelson Mandela que morreu lutando contra a injustiça aos negros, deixando um lindo legado para o seu povo no mundo.

Nelson Mandela, Rei da Paz

Nasceu em Mvezo África do Sul, em 18 de julho de 1918.

Formado em direito, dedicou toda a sua vida contra apartheid que significa “vida separada”. Esse regime de segregação racial existente na África do Sul, obrigava os negros a viverem separados dos brancos que controlavam o poder tirando dos negros os direitos a saúde, educação e segurança. Mandela foi caçado condenado e preso em 1964 por defender a paz e a igualdade tornando-se um potente símbolo da resistência no movimento anti apartheid.

Foi libertado em 1990 depois de uma grande pressão e comoção mundial a favor dele.

Em 1993 recebeu o prêmio Nobel da paz, e de 1994 a 1999 foi eleito o primeiro presidente negro da África do Sul, tornando-se o rei da paz da sua nação, faleceu 05 de dezembro de 2013 aos 95 anos, e cabe aqui dizer que se o mundo se curvou ao nosso negro brasileiro, o rei Pelé foi graças a luta como a de Mandela em proou da nossa raça negra, seu legado de paz está vivo para sempre!!!

Pelé, Rei do Futebol

Nasceu em 1940 em 23 de Outubro em Três Corações M.G. Edson Arantes do Nascimento, considerado o rei do futebol começou sua carreira aos 10 anos no infanto juvenil do Bauru Atlético Clube, mas foi no Santos Futebol Clube que se destacou e aos 17 anos foi escalado para a seleção brasileira, onde a partir daquele momento tornaria-se o maior jogador do mundo, Pelé atingiu a marca de 1282 gols, 25 títulos de torneios no exterior, um orgulho para o esporte brasileiro, recebeu importantes prêmios individuais entre eles, cavaleiro honorário do império Britânico em 1997, melhor jogador do século FIFA 2000.

Com tanto prestigio, o mundo se curvou ao rei e embaixador mundial do futebol que foi também entre 1995 e 1998 ministro do esporte. Atualmente com 78 anos nosso rei nos enche de orgulho com essa linda trajetória.

2º Setor: Histórias e Lendas Sobre Reis

O Mito Que Veio do Sertão Luiz Gonzaga, Rei do Baião

Nasceu em Exú, 13 de dezembro de 1912 Recife. O Rei do Baião é um dos mais importantes no cenário da música popular brasileira, acompanhado de sua sanfona, Gonzagão levou para o país e o mundo em suas obras a cultura musical do Nordeste, o ritmo era o baião, o xote o xaxado e o forró. Mas foi Asa Branca uma das suas composições que deu notoriedade em todo o país em 1947.

Suas obras estão imortalizadas e bem vivas na mente do povo brasileiro, mas principalmente no Nordeste onde o povo agradece a esse rei cabra da peste.

E Dando Aquele Calafrio, Zé do Caixão o Rei do Terror do Brasil

Jose Mojica Marins, nasceu em São Paulo em 13 de março de 1936, cineasta considerado o Rei do terror nacional (trash).

O temido personagem Zé do Caixão faz parte do imaginário e medo do povo brasileiro, com trajes pretos capa, cartola e suas famosas unhas invadiu as telas de cinemas encarnando nossos demônios ficando conhecido no mundo através de seus filmes de terror (trash), uma de suas obras de grande destaque no gênero o filme “Meia Noite Eu Levarei sua Alma”. Mojica teve seus filmes lançados na Europa e Estados Unidos, onde ganhou vários prêmios dando destaque ao cinema (trash) nacional.

Da Linda Savana Africana, O Rei Leão

O leão é um dos felinos mais fortes da savana africana, sendo o maior predador da cadeia alimentar, a imponência força e energia desse majestoso felino que é dono de um poderoso rugido que dá medo, assim como sua juba real faz com que todos os animais se curvem a ele. E o título de rei da selva esta eternizado no clássico da Disney o filme “Rei Leão”, campeão de bilheteria e vencedor de vários prêmios.

Do Céu Veio a Escolha do Novo Rei de Israel, David

O Pastor que tornou se rei, nasceu em Belém 1.000a.c., David era um pastor de ovelhas, o caçula de 08 filhos de Jessé. Ele amava Deus sobre todas as coisas, era humilde e cuidava de suas ovelhas e de toda criatura viva com muito zelo e amor. Já os 07 irmãos, os preferidos de Jessé eram fortes e exibidos e ambiciosos.

E disse Deus: Aquele que pode cuidar fielmente de seus animais com tanto zelo e amor eu posso seguramente confiar nele para o cuidado do meu sagrado rebanho, meu povo. Assim Deus o escolheu como o novo rei de Israel, e agora como rei, David iria colocar sua fé confiança e poder dados por Deus a favor do seu povo (Reino). O pastor transformou se em um grande guerreiro e protegido pela fé derrotou o temido monstro Golias, com apenas um estilingue e 05 pedras, assim restabeleceu um grande exército em Israel e tornou-se o grande Rei David.

Midas, o Rei de Ganância

A ganancia do Rei Midas nos mostra que devemos ter cuidado com os nossos desejos.

Conta a lenda que Midas vivia em abundância em seu castelo com sua amada filha, ele tinha muito ouro, ambicioso queria cada vez mais. Um belo dia em um de seus passeios, viu um homem bêbado caído, logo o reconheceu e ordenou aos seus guardas que o levasse para o seu castelo. O homem era o pai de Baco (Deus do Vinho) após sua melhora o levou para o seu filho o Deus Baco. Agradecido Baco ofereceu a Midas a realização de um desejo, o que ele quisesse, então Midas pediu que tudo que ele tocasse virasse ouro, desejo concedido, embora o Deus Baco tenha ficado muito triste com a escolha do Rei Midas.

Feliz Midas voltou para casa e no caminho tudo que tocava virava ouro, pedras, galhos… no palácio ordenou que preparassem um grande banquete, então verificou horrorizado que tudo que tentava comer ou beber virava ouro, desesperado e arrependido queria se livrar daquele poder, ele estava morrendo em meio a tanto ouro, vendo seu desespero sua filha corre para abraça-lo e se transforma em ouro. Triste Midas pede em oração que o Deus Baco o livrasse daquela maldição, Baco ouviu e consentiu ordenando que o rei mergulhasse no rio e que assim tudo voltaria ao normal.

3º Setor: Festa Para os Reis da Alegria

Folia de Reis (Dia de Reis)

A folia de Reis é uma festa popular e tradicional brasileira de caráter cultural e religioso, essa festa folclórica é celebrada em diversas regiões do país que ocorre no período de 24 de dezembro a 06 de janeiro. Os grupos se apresentam com roupas cheias de fitas coloridas, levando muita alegria e bom humor comemorando o nascimento do menino Jesus.

Palhaço. Rei do Riso

Hoje tem espetáculo? Tem sim senhor!

Esse título não poderia ser de outro, seja no circo, no teatro, nas ruas, cinemas ou tv, o rei do riso nos faz felizes com suas palhaçadas, o palhaço é lírico, angelical, ingênuo, ágil, romântico…. Enfim ele nasceu para arrancar da gente a dor e propagar alegria e amor, isso vem de muito tempo. Na idade média eram eles os bobos da corte que eram chamados para divertir a corte. Por isso o palhaço adverte: Rir é o melhor remédio. Hoje tem marmelada? Tem sim senhor! E o palhaço o que é? É ladrão de mulher!

Velho Guerreiro, Chacrinha. Rei da Comunicação

Quem não se comunica se trumbica, já dizia o Chacrinha, o rei da comunicação, o maior apresentador da tv brasileira que nasceu em 30 de setembro de 1917 Surubim – PE.

Esteve à frente de seus programas de auditório de grande sucesso nas décadas de 1950 a 1980, levando alegria a população brasileira. O cassino do Chacrinha era líder de audiência e ali foram revelados grandes artistas do cenário nacional pelo velho guerreiro que se apresentava sempre com suas roupas engraçadas e espalhafatosas.

Eternizou frases e bordões, eu vim para confundir e não para explicar, Terezinha!!! Vai para o trono ou não vai?

Momo Rei do Carnaval

Chegou o carnaval e durante a folia quem comanda é o rei Momo, que abre as portas do seu palácio real com pierrô e colombina para este grande baile a fantasia. Momo é um personagem do imaginário popular que ganhou vida em 1930 e nos quatro cantos do Brasil entre fevereiro e março se elege um rei para comandar a folia. O monarca recebe as chaves da cidade e conduz com muita irreverencia e alegria a maior festa popular brasileira, o carnaval e se despede na quarta-feira de cinzas deixando saudades, mas avisando que volta no próximo ano, pois quem foi rei nunca perde a majestade.

Comentários do Facebook

Vila Maria divulga sinopse e regras para escolha de seu samba 2020

Previous article

Com Paulo Barros, Gaviões lança seu novo enredo nesta noite

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like