Home / Eliminatórias 2017 – Rosas de Ouro

Eliminatórias 2017 – Rosas de Ouro

No Carnaval 2017 a Sociedade Rosas de Ouro levará para a avenida, pelo Grupo Especial, o enredo “Convivium. Sente-se à mesa e saboreie”, e nossa equipe recebeu alguns sambas que vão concorrer nas eliminatórias da agremiação, ouça as obras:


Samba 1 – Compositores: Nei Melodia, Dr. João, Luciano Godoi, Paulinho do Ó, Sandrinha, Luiz Martins, Daniel Osmak, Thiago Piccirillo, Luccas Piccirillo, Ademir Fogaça, Cassi Cruz, J. Chocolate, Simões, Caló, Godoi e Primatas. Intérprete: Fredy Vianna. ELIMINADO

Veja a Letra

Veja a Letra

Deixa clarear, clareia
O samba não tem hora pra acabar
Vem sentir o sabor da roseira
Roseira onde canta o sabiá

O tempo nos faz viajar
Por histórias de aguçar o paladar
A mesa é um convite ao prazer
Celebrar a vida agradecer
Aos deuses a pureza do amor
E a fartura da mãe natureza
Luxúria, riqueza…
Brilha a chama da evolução
Com requinte a realeza encantou
No baile o império esbanjou

Atotô obaluaê… axé!
Olubajé é crença e devoção
É hora de renovar a fé
A liberdade fortalece a união

Toca sanfoneiro toca
O “arraiá” vai começar
A nossa família reunida
Num momento de magia vem brindar!
Se encantar com a doçura e a beleza
E que o essencial não falte à mesa
Mãos na consciência vamos refletir
Assim um mundo novo vai sorrir
O nosso banquete é união
Em nome do pai agradeça em comunhão!


Samba 7 – Compositores: Marcinho do Rosas, Raphael Sgai, Walter Careca, Roldão, Teto, Sozza, Tatinha e Adeilton Almeida. ELIMINADO

Veja a Letra

Veja a Letra

A família azul e rosa
Te convida vem cear
A festa é nossa vamos festejar

Aos deuses eu celebro a vida
E no amor sou laço de união
convívio, amizade, luxuria
Profano da carne, ostentação
Confúcio com sua harmonia
Gerando a paz universal
Surgindo a era do forno
O novo jeito de cozer é cultural
Na lenda matei o dragão
Eu vi princesa com talher na mão
Vatel válida ao impressionar
Deu fim á vida por esperar

Grandes guerreiros e canibais
A feijoada são restos da escravidão
Em sete dias de fartura
Vitória se tornou imperatriz
Gafes que deixaram cicatriz

Olubajé em iorubá
Oferenda aos orixás
Festeja a páscoa no domingo
Consagrado pela ceia de jesus
Um feliz aniversário
Parabéns para você
Essa aliança é um canto de união
A Freguesia clama em oração
O fim da fome!
O pão e vinho do seu coração
Estenda a mão sem distinção


Samba 17 – Compositores: Jairo Roizen, Sukata, Robson DC, André Valêncio, Renan Celdera, Morganti, Emerson Franco, China,  Salviano, Tubino, Mauricio, Carranco, Meiners e Victor Alves. Intérprete: Celsinho Mody. ELIMINADO

Veja a Letra

Veja a Letra

Sou Rosas de Ouro…
E trago no peito um canto de amor
Pra te emocionar
Saboreando a felicidade, celebrar

Clareou… minha voz ecoa novamente
O mais raro ingrediente, que me faz sonhar
Paixão pra vida inteira… canta, roseira!
Fartura, no Egito expressei
Aos gregos, dei forma à emoção
Luxúria e convite ao prazer
O sopro de um dragão…
À luz da riqueza, revelei nobreza
Vencendo os mares, cheguei ao Brasil
Na corte imperial,
Um banquete como nunca mais se viu

Meu tambor vai tocar
Tem magia no ar… um ritual de fé
Oferenda, herança ancestral
Sagrado olubajé

À mesa, todos nós somos irmãos
Vem repartir o pão e comemorar
O doce sabor da infância
Na esperança, a alegria vai se renovar
Seja bem-vindo à nossa ceia!
Há igualdade em cada olhar
É a receita de um novo tempo
Sem desperdício e ostentação
Da Freguesia, o alerta pela comunhão


Samba 10 – Compositores: Aquiles da Vila, Guiga Oliveira, Fabiano Sorriso, JC Castilho, Marcus Boldrini, Salgado Luz, Rapha SP e Vaguinho. Intérpretes: Bruno Ribas e Carlos Junior. CAMPEÃO

Veja a Letra

Veja a Letra

Vem saborear, vamos brindar
Um novo dia
A Roseira põe a mesa pra você
Eu quero ver, um banquete de alegria

O tempo vem nos ensinar
Que a vida é pra celebrar
Viver em união e harmonia
Ser é a razão de existir, amar é um dom
Um fruto a colher, ver a natureza sorrir
Desfrutar da amizade
Requintes de raro prazer
Essencial pra se conviver

Aráayé a je nbo
Olubajé a je nbo
E uma porção de fé
Não importa a religião
Salve Cosme e Damião

Lindas crianças a comemorar
Eterna lembrança, uma vela a soprar
No calor do braseiro a doce ilusão
Acende a fogueira do meu coração
Um brilho no olhar, sagrada aliança
O sino a tocar, traduz a esperança
E semear o nosso pão de cada dia
Com uma pitada de amor
Para a miséria acabar
Somos irmãos em comunhão


Samba 14 – Compositores: Ninha, Dennis Patolino, Ratinho Sampa, Neto, Toninho Sampa, Emerson Brasa, Léo PZ, Luã, Felipe, Sérgio VJS, Marcelo V. Iza, Tita e Alcides Jr. ELIMIANDO

Veja a Letra

Veja a Letra

É tão bom te receber
Fui feito com carinho especialmente pra você
Sou o banquete que a roseira preparou
Vem provar o meu sabor

Me transformei através dos tempos pra te conquistar
E nos palácios do Egito, oferecido para vida celebrar
Poemas de amor inspirei
Aos deuses do olimpo em adoração
Em Roma apimentei a sedução
Na cultura oriental à harmonia
O luxo e riqueza da burguesia
E assim fui sacrifício para vencer o dragão
Saboreado com as mãos
Dei o poder ao índio guerreiro
Ganhei a elegância francesa
Virei manchete no adeus a realeza

E nos rituais de fé
Gira baiana tem olubajé
Sou comemoração…sagrada comunhão

No primeiro aniversário
Sorte eu quero te dar
Tem festa junina
Nessa comilança, sanfona a tocar
Chegou o natal, toda família reunida pra ceiar
É reveilon tem simpatia, para o ano que vai começar
Mas é preciso mudar e bem depressa te fazer feliz
Pense! eu que mato a fome dessa gente
Sou solidário e consciente, só não pode me desperdiçar
E nesse amanhecer azul e rosa…vamos festejar


Samba 40 – Compositores: Fornaciari, Celo SP, Renne Campos, Alemão do Pandeiro e Bruno Giannelli. Intérprete: Leonardo Rocha. ELIMINADO

Veja a Letra

Veja a Letra

O dia raiou, valeu a pena
Esperar o meu banquete, sou Roseira
Tem sabor de emoção
Receita perfeita pro seu coração

Vem saborear, desfrutar desse prazer
Das antigas civilizações
Rituais e tradições…Prosperidade
Na mitologia a força da fé
Traz os deuses à celebração
Riqueza, em cada mesa uma história pra te seduzir
Buscando sabores
Os portugueses chegaram aqui
Delírio de um sonho Real
O baile da ilha fiscal
A coroa reluziu
No maior banquete do Brasil

No ritual Olubajé, atotô!
O fim do jejum chegou!
Convivendo em comunhão
Renasce o amor em cada irmão

Hoje é o grande dia
Um bom motivo pra comemorar
A ceia está pronta pra te receber
Aqui tem festa em todo lugar
Assim eu vou, vivendo muito mais feliz
É tudo que eu sempre quis
Justiça e igualdade
Você é o convidado especial
Pode sentar, fique a vontade
Rosas de Ouro, é só felicidade!


Samba 71 – Compositores: Edson & Carlinhos Barbosa, Rodrigo Bola, André Ricardo, Japonês e Ricardo Pais. ELIMINADO

Veja a Letra

Veja a Letra

Roseira, meu caso de amor
Tem tempero o meu sabor
Vale ouro esse molho de identidade
Sou o banquete de felicidade

Eu vou de azul e rosa
Nos versos dessa linda história
Eterno feito um grande faraó
Sagrado, amor aos deuses
No jogo da sedução alimentei a imaginação
Em harmonia toda minha energia
Essencial na lenda, no ritual
Fiz o mestre do prazer enlouquecer
A imperatriz satisfazer uma nação
Trouxe sabor para a amarga escravidão
No baile da ilha fiscal, personagem principal

Atotô obaluaiê babá
Salve o velho omolu e os orixás
Olubajé, na fé… epa babá meu pai oxalá

Estou na paz da oração
Presente nessa data querida
Nas doçuras de são Cosme e Damião
No arraiá um típico caipira
Atravessei gerações, pra família uma ceia de emoções
Em cada esquina o meu gosto diferente
Conquistou toda essa gente
Que tem pressa de comer
Senhor, abençoe essa nação
Multiplique esse pão e de mais rosas a roseira


ELIMINATÓRIAS 2017

Encaminhe sua obra concorrente para nossa equipe de comunicação. Os sambas estarão em uma editoria exclusiva, criada especialmente para as agremiações de São Paulo. Aceitamos áudio em formato MP3/MP4 e letra no e-mail: f.cruz2013@bol.com.br / WhatsApp: (11) 98035-5822

Comments are closed.