Eliminatórias – Tom Maior

No Carnaval 2017 a escola de samba Tom Maior levará para a avenida, pelo Grupo Especial, o enredo “Elba Ramalho canta em oração o folclore do Nordeste. Toque sanfoneiro: forró, frevo e xaxado…”, e nossa equipe recebeu alguns sambas que vão concorrer nas eliminatórias da agremiação, ouça as obras:


Compositores: Lucas Donato, Thiago de Xangô, Gabriel Sorriso, Juninho Berin, Leandro Canavarro, Rodrigo Moreira, Rafael Santos, Antônio Gonzaga, Gustavo Dias, J.L Escafura e Helio Oliveira
Intérprete: Emerson Dias. – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Estou de volta pro meu aconchego
em versos retrato a menina, com giz vou riscar o meu chão
então pedi oh deus do céu, mande chuva abençoada pra regar meu coração
estrelas, luar… a noite é meu par
veja o balão vai subindo
a flor desabrocha sorrindo, brilhando no tom da canção
minha escola tão bonita transbordando de emoção

Não vou chorar, vou seguir em romaria
Eu tenho fé no raiar de um novo dia
num novo dia o sertão vai florescer      
do céu Maria sei que vai nos proteger

Quantas vezes encantando a multidão
no tum tum do coração
uma rosa entrou em cena dando voz a emoção
a batida do maracatu.. êê é sensação
e no balanço do frevo… eu vou no xenhenhem do pierrô e da colombina
Elba ramalho na avenida, vem amor forrozear
É Paraíba, mulher macho severina
é a cultura nordestina nessa festa popular

Vem que é bom demais, “cê” vai se apaixonar
dançar agarradinho é gostoso pra “danar”

Sou Tom Maior, encanto o mundo inteiro
ao som da sanfona acompanhada do pandeiro
[/toggle]


Compositores: Rodrigo Ferper, Pedrinho Sem Braço, Pablo Souza, Fabiano Garcia, Carlos Costa e Diego Miguel. Intérprete: Diego Miguel – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Arrasta a sandália pro lado de cá
Quero ser seu xodó, sou Tom Maior
A festa vai começar, o meu cordel é poesia
Linda flor cai na folia nessa noite de luar

Vem na batida do Maracatu, o fole da sanfona tem chamego
Estou, de volta pro meu aconchego
A estrela de Gonzaga alumia
Do chão do meu sertão o canto nordestino ecoou
O céu avermelhou, Asa Branca bateu asas e voou

Brilhou, a lua
Encanta o sertanejo, viva São João!
Acende a fogueira da minha paixão, aquece a minha fé
A prece singela com toda emoção, em devoção

Canto em oração, mãe de Deus senhor
“Padim Ciço” milagreiro, Assum Preto quer visão
Óh! Mãe divina faz brotar a plantação

Artista popular de reisado e cavalhada
A retirante e cantriz
Severina de Maria, do saudoso “Zacaria”
Nos palcos mambembes da vida

Bumba meu boi, frevo e xaxado
Rainha do cortejo e da canção
Ciranda de arlequins e colombinas
Elba Ramalho conquistou meu coração[/toggle]


Compositores:  Bello, Emerson, Miguelzinho Beserra e Ênio Almeida.
Intérprete: Miguelzinho Beserra – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”] Em cena, um cordel encantado
do chão de giz, rachado
surgiu uma estrela da canção
doce menina, desbravando o sertão
em busca de um sonho, voou
com asa branca, festejou…
oh, são joão! sua fogueira nos aquece
vixe, maria! padim ciço fez a prece
pra ver a chuva nesse torrão.

Nas mãos a viola, ganzá e pandeiro
o reisado ecoou
tem cantoria, tambores no terreiro
a flor da paraíba se encantou

Oi tum, tum, coração bateu
na lida, pelos palcos do país
o vento sacudiu a cabeleira
e o povo aplaudiu a cantriz
caiu no frevo e no xaxado
bem chamegado, bom pra dançar
ê maracatu! meu boi bumbá!
sou Elba ramalho,  cheguei pra ficar…
no xenhenhém da sanfona,  rainha feliz
talvez, embaixatriz dessa gente querida
canto, em oração, o folclore do nordeste na avenida

Toque sanfoneiro é fevereiro, Carnaval!
vem no som da bateria
nessa sinfonia de samba e forró
“aquarela nordestina” é só alegria
com a Tom Maior
[/toggle]


Compositores: Tato Falamansa, Fredy Vianna, André Filosofia, Nando do Cavaco, Diley Machado, Tuca Maia, Juninho Zuação e Xandinho Nocera. Intérprete: Fredy Vianna – ELIMINADO


[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Vem no xaxado, frevo e forró
sanfoneiro dá o tom maior
para homenagear a rainha do nordeste
Elba Ramalho, mulher cabra da peste!

“Estou de volta pro meu aconchego”
não falta mais um pedaço de mim
na magia do cordel, a estrela brilha no céu
eita saudade sem fim

Pula fogueira, é noite de são joão
vai ter festança até o dia amanhecer
oh! lua ilumina o meu sertão
nosso povo em devoção: é tão lindo de se ver!
oh! mãe senhora escute a nossa voz:
“meu padim ciço rogai por nós!”

Lererererea: morte e vida severina!
lerererereô: o cinema consagrou…
dança ciranda, faz do palco a paixão:
“oi tum, tum, tum, bate, bate coração”

É gostoso demais estar com você
nos “braços da paz”, a voz do povo anuncia:
“és a eterna rainha no maracatu e boi bumbá”
e nesse embalo vem dançar o xenhenhem
é no chiado do chinelo meu bem
eu quero ser o seu xodó (e vem cantar em tom maior)
aplausos a você guerreira
diva de encantos mil:
flor do agreste, a cara do brasil![/toggle]


Samba 2 -Compositores: Diego nicolau – Rafael prates, Richard valença, Kevin Sardou, Dinho Santos – W corrêa – Cabeça do Ajax. – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]vou viajar nesse cordel
“vamo simbora” de amarelo e encarnado
“quando olhei a terra ardendo”
meu aconchego, nordeste encantado
óia a viola proseando com a sanfona
pula a fogueira, meu amor… é são joão !
o céu alumiou de estrelas saudando o rei gonzagão
peço a nossa senhora, clamo em oração
“no be a ba do sertão”
meu padim faz chover amor nesse chão

É arretado o toque do maracatu
na cavalhada, na ciranda e no reisado
oi tum tum tum bate coração a mil
festa no interior do meu brasil
“oi tum coração pode bater”
tom maior, “sou tua rosa, hei de amar-te até morrer”

Do frevo ao xaxado, eu vou
num cheiro pra ganhar o seu amor
seu dengo me faz um bem,
dançando no xenhenhém
tristeza que vai, saudade que vem
“é quando o vento sacode a cabeleira”
tanta gente num cortejo popular
minha história vai ganhando o mundo inteiro
o anhembi a delirar
no palco a representar, em cena a voz da atriz
maria, menina, guerreira o povo é quem diz

Em tom maior, quero ver segurar
o samba hoje vai forrozear
rainha do meu carnaval, Elba… imortal!
[/toggle]


Samba 6 – Compositores: Dico, Wagner Rodrigues, Ribeirinho, Élson Ramires, Élton Babu e Samir – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Eu vim de lá, em oração
viajando em poesia de cordel
o sol rachando esse chão
e asa branca lá no céu
pega a sanfona que vai ter forró
balão, festança e fogueira
e na tristeza a gente dá um nó
tem são joão a noite inteira
óh mãe vem nos abençoar
pra flor desabrochar
padim eu peço em romaria
joelhos em procissão
faz chover no meu sertão

Paraíba, nordestina sim sinhô!
uma artista consagrada por amor
bate forte coração nos terreiros de magia
tum tum tum tum é minha bateria

“zabumbiei”, mundo afora caminhei
“morte e vida severina”, chora viola
a minha terra, minha gente eu cantei
neste palco iluminado, cavaco chora
bumba meu boi, maracatu, frevo e baião
na ciranda, poesia, rosas de alegria, emoção!
é carnaval estou aqui de novo!
nesse aconchego é aqui o meu lugar
sou a rainha e o meu povo
faz o cortejo e vem me coroar

Vem meu xodó fazer o xenhenhem
sambar no pé também
chegou a Tom Maior!
comunidade arretada vai cantar
Elba ramalho é cultura popular [/toggle]


Samba 12 – Compositores: Marcelo da Ilha, Marco Moreno, Lobo Júnior, Wagner Mariano, Flávio Martins, Gugu da Vila Ede e Felipe Silva – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Sanfoneiro puxa o fole no cordel
Em cada verso que eu fiz pra ela
Asa branca tá feliz e vem cantar
Com a flor da Paraíba na passarela
Pula fogueira, tira um som bem arretado
Do bendito chão rachado
Salve o mestre Gonzagão
Até a lua no céu se enfeitou pra sambar
Campina Grande hoje vai festejar

O meu samba é oração…Ave Maria
Manda chuva de amor e alegria
Renovando nossa fé numa só voz
Mãe sertaneja olhai por nós

Elba Ramalho…Artista popular
Tum Tum Tum bate o coração
Faz a musa da canção sonhar
Valorizando a cultura da gente
É a ciranda da vida, oxente
Mulher guerreira, cabra da peste
Lá das bandas do nordeste
Essa morena dança frevo e xaxado
Um forró bem ajeitado no xenhenhem
Eu tô com Elba e cangaceiro sou também

Canta Tom Maior, levanta poeira
No chamego, no gingado da forrozeira
Isso aqui tá bom demais, vixe mainha
O Anhembi veio aplaudir nossa rainha [/toggle]


Samba 14 – Compositores: Maradona, Turko, Ricardo Mandu, Paulinho Miranda, Rafa Do Cavaco, Celsinho Mody, Léo Reis e Tinga – Intérprete – Tinga – CAMPEÃO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Simborá mô
hoje a noite é de luar
meu cordel em poesia faz a festa no arraiá
no céu de estrelas, fogueiras de são joão
tem asa branca, salve o rei do meu baião
eta povo festeiro que faz levantar…poeira
coração cangaceiro, menina danada…guerreira
ave maria…vou seguindo em romaria
ao ‘padim ciço’ minha fé e devoção
oh mãe divina faz chover no meu sertão

Nos palcos da vida…eu forroziei
morte e vida severina…folia de reis
tem cavalhada, a ciranda risca o chão
oí tum tum tum bate forte coração

E quando o vento sacode a cabeleira
leva o meu canto retratando este lugar
no mexe mexe vem dançar a quebradeira
tão brasileira é a festa popular
frevo e xaxado causa o maior sururu
vem ver meu boi na terra do maracatu
eu tô…com saudades de tú meu desejo
amor me faz um chamego, é hora de coroar
estou…de volta pro meu aconchego
nesse cortejo nordestino
se avexe não, vem dançar

Esse forro tá gostoso, arretado demais
puxa o folé sanfoneiro arrasta o pé rapaz
elba ramalho é a flor do nordeste
sou Tom Maior em oração
sou cabra da peste [/toggle]


Samba 16 – Compositores: Juninho da Tom, Vinicius Tomageski, Silas Augusto, Bruno Tomageski, Zé Paulo Sierra e Vinicius Ferreira. – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Por deus eu vi
com esses olhos de menina flor
lindezas que só
com um giz desenhei um céu
num chão rachado
poema encantado de cordel
bate asa branca me faz viajar
carrega saudade, mareja o olhar
pulei a fogueira do meu são joão
ao som da sanfona beijei o luar do sertão

Oh meu padim… me alumia
ave maria em oração
avua mió quem tem liberdade
é divina a santidade
já fiz promessa pra chover nesse mundão

Da fé fui levada aos braços do povo
no interior fiz uma festa pra você
em cena, morte e vida severina
mambembe coração pode bater
ciranda dancei de rosa vermelha
tem cavalhada, boi bumba, maracatu
vem ser feliz de volta pro meu aconchego
meu pierrot sertanejo, coroando meu carnaval
rainha dessa gente tão guerreira
brasileira, nordestina, sem igual

Em Tom Maior meu nome é Elba
flor da Paraíba, estrela da canção
em Tom Maior vem cair no samba
no passo do frevo, forró e baião [/toggle]


Compositores: China, Adauto Alves e Marcio Pessi – ELIMINADO

[toggle title=”Veja a Letra” state=”close”]Risco de giz no sertão num cordel vi brotar
em teu solo uma flor, linda flor da Paraíba
quando olhou a terra ardendo, asa branca despertou
sentiu em seu coração, a essência do sertão
bateu asas e voou
São João viva São João
o toque da sanfona acendeu sua paixão
em noites de luar cantou Ave Maria
agradeceu a ‘padim ciço’ em oração
fez do nordeste seu palco a cada dia
brilhou em morte e vida severina

Girou na ciranda rosa vermelha
tum tum coração deixe  bater
no xenhenhem no xenhemnhem
arrasta pé agarradinho com meu bem

Um vermelho encarnado traz a sensação
fazendo o ritmo do seu maracatu
eu quero brincar o frevo na rua
dançar de sombrinha num banho de lua
tem xaxado gostoso envolvente e boi bumba
venha pro meu aconchego
aqui também é danado de bom
hoje é minha colombina, menina do agreste
rainha do meu carnaval

Isso aqui tá bom demais
tem samba tem forró
hoje animando a festa
Elba ramalho em Tom Maior[/toggle]


ELIMINATÓRIAS 2017

Encaminhe sua obra concorrente para nossa equipe de comunicação. Os sambas estarão em um editoria exclusiva, criada especialmente para as agremiações de São Paulo. Aceitamos áudio em formato MP3/MP4 e letra no e-mail: [email protected]

Comentários Facebook