0

Na tarde do último sábado (30) aconteceu a Festa das Campeãs na quadra da Escola de Samba Mancha Verde. A anfitriã recebeu as escolas de samba campeãs dos seus respectivos grupos, que trouxeram seus pavilhões oficiais ostentados pelos casais.

Estrela do Terceiro Milênio

Quem iniciou as apresentações foi a Estrela do Terceiro Milênio, campeã do Grupo de Acesso 2. Vaguinho, que já foi intérprete da Mancha Verde de 2002 a 2006 e de 2008 a 2011, convidou Fredy Viana ao palco para cantar o Hino da verde e branco.

Após essa interação, Vaguinho seguiu com o hino da Estrela do Terceiro Milênio e o samba de 2019 foi entoado por toda a comunidade do Grajaú, que compareceu com baianas, rainha, musas e passistas.

Veja como foi o desfile da Estrela nas campeãs.

Barroca Zona Sul

Logo depois foi a vez da Barroca Zona Sul subir ao palco e fazer sua apresentação. A vice-campeã do Grupo de Acesso entoou seu samba exaltação, seu hino e o samba que a levou ao Grupo Especial, “Okê Arô”. Os presentes cantavam a plenos pulmões os fortes versos da obra de Sukata, Morganti, Jairo Roizen, André Valêncio, Robson Cezar, Tubino Meiners e Marcos Thiago.

Mancha Verde

A Mancha Verde, campeã inédita do Grupo Especial, iniciou sua apresentação com os casais de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, seguidos pela Comissão de Frente, Baianas e várias alas.

A escola entoou seu hino, seu samba exaltação e, como introdução para o samba de 2019 que exalta o povo negro, Fredy Viana entoou o samba de 2012, quando a escola trouxe para a avenida uma lição de humildade tendo os orixás como fio condutor do enredo.

A escola fez sua apresentação utilizando as fantasias do desfile oficial e os componentes evoluíam sob o olhar atento dos harmonias e do carnavalesco Jorge Freitas.

Confira como foi o desfile da Mancha Verde.

Pérola Negra

A presidente Sheila Monaco subiu ao palco para agradecer a comunidade pelo empenho na conquista do título do Grupo de Acesso.

Após, Daniel Collete cantou o hino, o samba exaltação e vários sambas que marcaram a história da Pérola Negra, entre eles o de 2009, que contou a história da Índia e o de 2018, que trouxe as belezas de Campina Grande-PB.

Veja como se apresentou a Pérola Negra no desfile oficial.

Ausência da Dragões da Real

Durante a semana que antecedeu o evento, a Mancha Verde lançou uma nota informando que a Dragões não mais iria se apresentar na Festa das Campeãs. Isso se deu porque a festa foi agendada com antecedência e não se sabia quais os times seriam classificados para a semifinal do Paulistão.

Tendo São Paulo e Palmeiras se classificado, a Mancha entendeu que não haveria tempo suficiente para que a Dragões se apresentasse em sua quadra e depois os componentes pudessem ir ao jogo.

Em nota, a Mancha reafirma suas raízes como escola de samba oriunda de torcida, mas esclarece que a rivalidade fica apenas dentro do Anhembi.

Sendo assim, durante a Festa o presidente Serdan lembrou do presidente Tomate e reafirmou o convite para que a Dragões se apresente na quadra da alviverde ainda durante 2019.

Serdan falou sobre Projeto de Lei polêmico

Antes da apresentação das escolas, o presidente da Mancha Verde, Paulo Serdan, tomou a palavra para agradecer ao Vereador Isaac Felix por sua postura frente ao Projeto de Lei que visava proibir a participação de crianças nos Desfiles das Escolas de Samba de São Paulo. Leia mais aqui.

Nas palavras de Serdan, “Se um pai não puder levar um filho para uma escola de samba, é melhor que a agremiação feche a porta pois ela não verá continuidade do seu trabalho. As crianças são o futuro do samba e sem elas não há carnaval”.

Leila Pereira, da Crefisa, garante apoio à Mancha em 2020

Minutos antes da apresentação da Mancha Verde, a empresária Leila Pereira – presidente da Crefisa – minimizou a importância de investimento no Carnaval afirmando que o dinheiro é, sim, importante mas que ele atua em apenas alguns quesitos. Na sequência, afirmou que a maior riqueza da Mancha Verde é a sua comunidade, desde o porteiro até o Carnavalesco, a quem ela se referiu como “gênio”

Paulo Serdan afirmou, por fim, que o patrocínio da Crefisa é aproveitado diretamente pela Mancha e indiretamente por todas as escolas através da emissora que detém os direitos de transmissão dos Desfiles.






Comentários do Facebook

Imperador do Ipiranga anuncia parte da equipe para 2020

Previous article

Barroca Zona Sul apresenta enredo para o próximo carnaval

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like