ATUALIZADO EM: 23 de Fevereiro de 2016 15:27

Por Felipe Cruz e Tiago Bombonatti
Com a colaboração de Guilherme Queiroz e Thiago Carvalho.

Com todas arquibancadas praticamente lotadas de seus torcedores, a Gaviões da Fiel entrou na passarela do samba para realizar seu desfile pelo Grupo Especial de São Paulo e cantar o enredo  “É Fantástico! Imagine, admire e sinta!”, desenvolvido pelo carnavalesco Zilkson Reis, que realizou seu terceiro trabalho pela alvinegra. A agremiação trouxe uma plástica diferenciada em relação aos últimos anos, que chamou a atenção do público pela inovação.

O tema da Gaviões dá asas à imaginação e faz o folião brincar de Deus e desbravar os diversos medos e acontecimentos que mexem com a imaginação do ser humano, desde a formação do mundo aos mistérios da natureza, contos e histórias.

IMG_8989

A Fiel começou seu esquenta com a voz do tradicional intérprete Ernesto Teixeira, que levou os espectadores ao delírio ao relembrar rapidamente alguns sambas-enredos, logo depois ele soltou o grito de guerra e cantou o hino 2016 que foi composto por Luciano Costa, Bruno Muleki, Alex, Nascimento, Fadico, Josemar Manfredini, Xico e Júnior.

 VÍDEO COM A LARGADA DA GAVIÕES

A comissão de frente da coreógrafa Roberta Melo mostrou um duelo entre o bem e  mal. O grupo veio com luzes de led em sua fantasia e utilizou alguns efeitos especiais, com fumaça, ao longo de sua passagem.

IMG_8891

Logo atrás o carro abre-alas, repleto de animais, árvores e folhas, remetia a formação do mundo. Envolvido por guardiões, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Wagner e Drika, esbanjou elegância e sintonia durante a apresentação, ambos vieram com uma bela fantasia nas cores preto e laranja.

IMG_5880

O segundo carro desbravou o universo da sabedoria, com Einstein e outros físicos e matemáticos. Todas as fantasias estavam com uma fácil leitura, que do alto formavam uma ótima cromática de cores. Os componentes cantaram com vigor o samba-enredo, porém em alguns momentos exaltavam somente os refrões. A bateria “Ritmão” fez o público vibrar com bossas e paradinhas.

 IMG_8968

O terceiro carro representava o medo, o arrepio e o terror, com cemitérios e zumbis. A quarta alegoria trouxe o fantástico mundo infantil.  A escola terminou sua apresentação com muita espontaneidade. A alegoria ” A busca pela paz e a união”,  encerrou o desfile, sem grandes problemas de evolução.

No final do desfile, nossos repórteres conversaram com Márcio, membro da direção de Harmonia da escola, ouça:

 

Comentários Facebook

COMENTE

Deixe sua mensagem
Por favor insira seu nome