0

Por Felipe Cruz e Tiago Bombonatti
Com a colaboração de Guilherme Queiroz e Thiago Carvalho.

Já se passavam das 6h de sábado (6) quando a Acadêmicos da Tatuapé iniciou seu desfile de Especial de São Paulo e cantou toda a história de uma das mais tradicionais escolas de samba do Rio de Janeiro, a Beija-Flor de Nilópolis. A escola entrou na avenida já com o dia claro e trouxe direto da cidade maravilhosa alguns personagens da agremiação nilopolitana, Neguinho da Beija-Flor, Selminha Sorriso e outros componentes da azul e branco.

O enredo da Tatuapé exalta a história de umas das agremiações de maior respeito e reconhecimento do Carnaval carioca. Foram relembrados sambas e enredos inesquecíveis que fazem parte da carreira da Beija-Flor.

IMG_5991

IMG_6024

O intérprete Celso Mody agitou a concentração com os hinos da azul e branco da zona leste e animou os desfilantes após começar a cantar o samba-enredo 2016 dos compositores Samir Trindade, Jr. Beija-Flor, Marcelo Valencia, Thiago Alves, Leandro Augusto, Wagner Rodrigues, Vaguinho, Raphael Neto, Chefia, Marcelo Alemão e Chico Sousa.

Nossa equipe teve um problema técnico e não conseguiu produzir o vídeo com a largada da Tatuapé.

A cantora Leci Brandão veio na frente da escola acenando para o público, a comissão de frente, liderada por Monica Oliveira, trouxe um pequeno carro alegórico, simbolizando a Marquês de Sapucaí, com a presença de Selminha Sorriso e Claudinho, o primeiro casal da Escola Homenageada.  A primeira alegoria trouxe um “tatu beija-flor” e um jardim, e no alto, a imagem de São Jorge. O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Diego e Jussara, bailaram com uma bela fantasia, repleta de penas de faisão branco e azul; ele era o beija-flor, e ela uma linda flor.

IMG_5984

A bateria de mestre Igor, passou pela avenida conquistando elogios e acenos dos espectadores. A segunda alegoria trazida pela Tatuapé remetia ao memorável desfile da nilopolitana em 1989, “Ratos e Urubus”; a escola foi cuidadosa ao trazer o polêmico abre alas do Cristo censurado.

IMG_9143[1]

O terceiro carro fez uma homenagem ao inesquecível carnavalesco Joãozinho 30, que fez muitos carnavais pela escola carioca.

IMG_5998

A última alegoria trouxe personagens marcantes da escola de Nilópolis e também uma grande escultura do grande patrono da Beija-Flor, Anísio. O desfile foi encerrado com muita emoção, a entidade fechou os portões sem apresentar problemas em sua evolução.

Nossa equipe conversou com presidente Eduardo, que nos revelou, muito emocionado, sobre a passagem da azul e branco, ouça:

Comentários do Facebook

Gaviões mostra o espetáculo da origem da vida

Previous article

Reveja como foi a primeira noite de desfiles

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like