0

Se você ficou impressionado com a qualidade das alegorias e fantasias apresentadas pela escola Mancha Verde em seu desfile pelo Grupo Especial em 2019, não terá uma reação diferente quando a entidade cruzar a passarela do samba no próximo carnaval para buscar sua segunda estrela na elite da folia paulistana.

A agremiação pretende fazer uma apresentação grandiosa com alegorias e fantasias de alto nível. É o que garante o presidente da entidade, Paulo Serdan, ao conversar com exclusividade ao Amantes do Carnaval de São Paulo. O desfile 2019 teve investimento estimado em R$ 6 milhões.

“Temos a nossa Lei de Incentivo à Cultura aprovada e faremos um grande investimento” 

Pavilhão da Mancha Verde (Foto: Felipe Silva / Amantes do Carnaval de São Paulo)

Todo esse luxo será para cantar na passarela o enredo “Pai! Perdoai, eles não sabem o que fazem!” que pretende passar uma reflexão sobre o comportamento inadequado do ser humano nos últimos tempos. A história será desenvolvida, pela segunda vez consecutiva, pelo carnavalesco Jorge Freitas, a ‘peça chave para o carnaval da escola’.

Componente da Mancha Verde no desfile 2019 (Foto: Felipe Silva / Amantes do Carnaval de São Paulo)

Serdan destaca a atuação da diretoria, setores e alas sólidas e a chegada do Jorge como fundamentais para a concretização de mais um bom resultado com todo esse investimento. “Ele faz a integração dos nossos componentes e setores. O trabalho de barracão tem fluido muito bem, o que nos da a segurança em seguirmos um cronograma e fazer um belo trabalho muito focado no dia a dia da entidade”.

Mas o líder da atual campeã expõe que para um bom resultado na quadra e no dia do desfile e necessário de uma gestão qualificada com pessoas dedicadas em oferecer o melhor para sua comunidade. “Sempre procuramos passar tudo o que acontece internamente, além de ter a clareza no balanço de cada carnaval, desde a parte do trabalho em si como na parte financeira. Na Mancha tudo é muito transparente”.

Componente da Mancha Verde (Foto: Felipe Silva / Amantes do Carnaval de São Paulo)

Quanto ao resultado 2019, Paulo Serdan exalta o trabalho de amadurecimento realizado para sua comunidade ao longo dos últimos carnavais, o alto nível estético da escola, mas lembra que o critério de julgamento precisa ser discutido o e ter mudanças. “Algumas coisas mudaram, outras não passaram em votação, mas para nós é indiferente, vamos para o jogo tendo mudanças ou não”.

Os ensaios da Mancha Verde começaram no dia 01 de setembro para toda comunidade e o barracão está em pleno funcionamento com fantasias e alegorias sendo confeccionadas. A escolinha de bateria está a todo vapor e algumas das alas específicas já estão ensaiando.

 

 

Comentários do Facebook

Galeria de fotos da final de samba da Mocidade Alegre

Previous article

Com muita alegria, Dragões lança seu samba na voz de René Sobral

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like