0

Por Gustavo Andrade
Com a colaboração de Felipe Cruz, Hugo Vicunha, Tiago Bombonatti e Cidmara Formenton

A tradicional escola de samba Nenê de Vila Matilde pisou na passarela do sambódromo para realizar seu primeiro ensaio técnico de 2017, com 35 minutos de atraso. A agremiação, que neste ano vai prestar na avenida uma homenagem a cidade de Curitiba, a “Cidade Sorriso”, atraiu um grande número de simpatizantes nas arquibancadas. O enredo da azul e branco será desenvolvido pelo carnavalesco Alex Fão e recebeu o título de “Coré Etuba. A ópera de todos os povos, terra de todas as gentes, Curitiba de todos os sonhos”.

Antes do treino começar, a rainha de bateria Ariellen Domiciano chegou ao Anhembi em uma limousine. Já na concentração, os diretores brindaram com champanhe e o intérprete Agnaldo Amaral animou o público e os componentes ao promover, junto à “Bateria de Bamba”, um momento nostálgico, que relembrou as canções que fazem parte do repertório da Vila.

IMG_2044

Botando samba na conversa, Agnaldo começou a cantar a obra dos compositores Kaska, Silas Augusto, Zé Paulo Sierra, Vitão, Juninho da Vila, Leo do Cavaco, Sandrinho e Luís Jorge. A agremiação da Zona Leste trouxe o axé do orixás à avenida, com defumação e água de cheiro.

Comissão de frente

Liderada por Nildo Jaffer, a comissão de frente está ousada ao contar com a presença de crianças em meio aos bailarinos.

IMG_2075 - Copia

Desempenho dos demais quesitos

A Águia Guerreira trouxe um bom número de componentes, a maioria uniformizada. O canto era constante em algumas alas, já em outras, os integrantes cantavam fortemente apenas os refrões. Em outro momento, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Jeferson Gomes e Janny Moreno, apresentou um bailado que tirou aplausos do público.

IMG_2123 - Copia

A voz da comunidade

Ainda com voz de cansaço, a funcionária pública Valéria, componente há 4 anos, avalia que sua ala se apresentou de forma favorável. “Do que eu consegui ver, a escola se saiu muito bem”, disse.

Opinião dos espectadores

De olhos vidrados na passagem da Vila, a recepcionista Nayara de Oliveira deu suas impressões sobre o ensaio. “O canto e a evolução estavam ótimos e todos animados. A Zona Leste somos nós!”, finaliza.

Comentários do Facebook

Agremiação apresenta sete passistas plus size

Previous article

Rosas serve seu primeiro banquete no sambódromo

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like