0

A Associação dos Destaques das Escolas de Samba de São Paulo – ADESP, firmou uma parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae para promover o “Programa 1.000 mulheres: Construindo Negócios de Impacto Social”.

O projeto visa capacitar mil mulheres em situação de vulnerabilidade social nas regiões Norte e Sul de São Paulo, com 20h de aprendizados, durante 5 dias consecutivos e direito a certificado. As participantes irão aprender temas como gestão, empreendedorismo, empoderamento feminino e negócios de impacto social.

Os benefícios para cada uma delas envolve capacitação em empreendedorismo e gestão de negócios, com certificado; aceleração para o desenvolvimento de projetos de impacto social e formalização e melhoria de gestão de negócios.

“Queremos transformar a vida de mulheres que desejam ser protagonistas de sua própria história, realizando sonhos através da inclusão social”, comenta Isaura Panfili, presidente da ADESP.

Há 19 anos, a ADESP realiza um importante trabalho voluntário junto à Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo e às agremiações. Suas atividades envolvem corte, costura, maquiagem, alimentação, saúde e segurança para destaques, composições e setores específicos que desfilam nas escolas de samba da capital. Seu objetivo é capacitar novos artesões no carnaval.

Clique AQUI para fazer sua inscrição gratuita.

Comentários do Facebook

Agremiação define seu samba para 2020

Previous article

Ouça o novo samba-enredo da Leandro de Itaquera

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like