0

Pela primeira vez em sua história, a escola de samba Pérola Negra trouxe para avenida um enredo que remeta às raízes africanas. Esse feito aconteceu na madrugada desta segunda-feira (4) quando a agremiação fechou a noite dos desfiles do Grupo de Acesso 2 com o enredo “Da majestosa África, tu és negra mulher guerreira a verdadeira Pérola Negra”.

A direção da Pérola informou que trata-se de um desfile polêmico e atual que nesse momento representa uma antiga ferida. A história de força e resistência da mulher negra. A entidade presta homenagem às grandes pérolas negras femininas que representam bravamente a luta pelos direitos por meio de um canto conjunto dessas vozes que dizem: “Eu sou negra, mulher e guerreira.”.

Alegoria da Pérola (Foto: Felipe Silva / Amantes do Carnaval de São Paulo)

O desenvolvimento do projeto é de responsabilidade do carnavalesco Anselmo Brito. Jairo Roizen, Celsinho Mody, Thiago Sukata, Valêncio, Filosofia Nando, Jadson Fraga, Tavares, Tubino e Meiners assinam o samba-enredo que foi cantado pelo intérprete Daniel Collête.

Comentários do Facebook

Galeria de fotos do desfile 2019 da Pérola Negra

Previous article

Galeria de fotos do desfile 2019 da Tradição Albertinense

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like