0

Por Gustavo Andrade
Com a colaboração de Felipe Cruz, Tiago Bombonatti, Hugo Vicunha e Cidmara Formenton

Mesmo debaixo de uma forte chuva, a Unidos do Peruche foi a primeira das cinco escolas a participar da noite de ensaios técnicos no Sambódromo do Anhembi neste sábado (21). A ‘Filial do Samba’ entrou na avenida com uma hora de atraso.

Em 2017, a agremiação prestará homenagem à cidade de Salvador, com o enredo “A Peruche no maior axé exalta Salvador, cidade da Bahia, caldeirão de raças, cultura, fé e alegria”, desenvolvido pelos carnavalescos Murilo Lobo e Sérgio Caputo Gall.

IMG_3364

Antes de o treino começar, o intérprete Toninho Penteado cantou o hino, relembrou canções do repertório da Peruche e puxou o samba deste ano, junto aos componentes que estavam na concentração. O presidente Ney falou com os espectadores, agradeceu a presença da comunidade e também parabenizou um dos carnavalescos, Sérgio Caputo Gall, que completou hoje mais um ano de vida.

Comissão de frente

Antes do treino, nossa equipe conseguiu abordar o coreógrafo, Regis Santos, para tentar desvendar como será a abertura da Peruche. “Vamos experimentar o nosso projeto, alinhar os passos e performances. O público vai ver toda a coreografia. Não escondemos nada”, revelou.

IMG_3335

A apresentação das alas e da bateria

Para apresentar seu bailado, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Fabiano Dourado e Thais Paraguassú, teve que atravessar poças de água que haviam pelo caminho, mas mantiveram a elegância por toda a pista. A bateria de Mestre Call investiu em paradinhas. Atrás dela, muitas alas trouxeram canto moderado. Alguns integrantes das últimas alas cantavam com vigor o samba dos compositores D’Xangô, Douglas Chocolate, Leo Reis, Juliano, Celsinho Mody, Guga Pacheco, Tio Do, Paulinho Sorriso e Marcio Zanato.

IMG_3392

A opinião do público

A funcionária pública, Rita de Cássia, aprovou o primeiro ensaio da Unidos do Percuhe e disse estar gostando dos ensaios técnicos realizados até o momento. “A escola veio bem. Precisam ajustar apenas algumas coisas, mas até lá tudo vai dar certo”, comentou.

A voz do componente

A bailarina e coreografa, Patricia Vigianni, participou, pela primeira vez, dos ensaios na passarela do samba e descreveu qual foi a emoção. “Foi um ensaio de superação. Encaramos a chuva e isso mostra que faremos um grande carnaval. Estou confiante”, finalizou.

Comentários do Facebook

Vídeo: primeiro ensaio técnico Tom Maior

Previous article

Mocidade mostra disciplina em seu primeiro ensaio técnico

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like