0

Vou começar a contar um pouco da minha história, para que vocês possam entender a história do nosso site. Serei breve e sucinto, prometo!

Estava eu sentado à frente do computador como fazia todos os dias, navegando pelo Facebook e no meu grupo preferido: AMANTES DO CARNAVAL DE SÃO PAULO.

Eu percebia o esforço do Felipe Cruz em trazer conteúdos novos e relevantes sobre o Carnaval de São Paulo. E também percebia a peleja que era para interromper algumas discussões que se desenvolviam no grupo.

Eu trabalhava com Design Gráfico e Arte Final, e sei que um grupo para sobreviver e se destacar na multidão de ótimos grupos que temos, precisa ser diferente. Partindo dessa premissa, ofereci ao Felipe umas artes para incrementar o grupo, e também sugeri algumas brincadeiras para movimentar o grupo.

Nascia ali uma grande parceria e uma grande amizade e podemos dizer que foi o embrião de nosso maior orgulho: a parceria do Amantes com a APAE de São Paulo.

 

20150213_172708

Juntando nossas ideias, nos concentramos em uma forma de falar de samba, falar de carros alegóricos, falar de paetês e lantejoulas, mas de uma forma que fosse convertido em um bem ainda maior à sociedade, pois cá entre nós: o nosso Carnaval anda tão criticado, não é?! E não digo só em São Paulo.

É só a televisão anunciar os desfiles das escolas de samba e o pessoal cheio de revolta começa a criticar e a dizer coisas do tipo: “Mas a nossa saúde anda mal”, “Com esse dinheiro poderíamos construir hospitais”, “Aquelas mulheres peladas”, “Rola muita droga”.

Eles dizem isso como se acabar com o Carnaval fosse a solução de todos os problemas de nosso amado País.

Muito pelo contrário! O Carnaval gera empregos diretos, empregos indiretos, e movimenta milhões na Economia (hotéis, restaurantes, transporte, guias etc.).

Nossa ideia, portanto, foi de exaltar e levantar a bandeira do Carnaval de São Paulo e contribuir, ainda que pouco, para a transformação de nossa sociedade. Isso nos aproximou de pessoas que já enfrentam a batalha de divulgar o Carnaval e que são MESTRES (com todas em maiúsculas mesmo) no que fazem. Não vou citar nomes para não ser injusto com ninguém, mas agradeço publicamente a TODOS os grupos que torcem e exaltam nossa Festa, e que não medem esforços para transmitir aos seus seguidores as notícias de nosso cotidiano.

Em setembro, perguntei ao Felipe: “Por que não um site só nosso? Por que não nos profissionalizarmos? ”.

Mais discussões, mais planilhas, mais conversas e decidimos, por fim, criar um site.

Foram meses de trabalho para chegarmos em uma solução simples, rápida e funcional. Posso garantir a vocês que não existe uma COR no site que não foi discutida por pelo menos uma semana.

E depois de tudo pronto, nós nos perguntamos: “Por que um site?”.

E é essa a resposta e o ponto principal que me lançou a escrever esse post (meu primeiro de muitos se Deus permitir).

Estamos todos conectados, isso é fato. A internet aproxima, estreita laços que geograficamente estão afrouxados. A internet pode ser nossa amiga se soubermos extrair o melhor dela.

Por que um site? Porque muitas pessoas não conseguem acesso ao Facebook, seja por restrições no tralho, na escola, na faculdade. Essas pessoas, porém, certamente gostariam de receber notícias de suas escolas no momento em que o fato acontece! Por isso um site é útil.

Por que um site? Porque um site demonstra o amadurecimento de um grupo que já está na ativa há mais de 3 anos. Por isso um site é legal!

Por que um site? Porque o Carnaval de São Paulo merece. Simples assim. Por isso um site é válido.

Por que um site? Para que pudéssemos expandir nossos horizontes e buscar parcerias para nossos projetos sociais! Por isso um site é importante.

 

Em um mês no ar, temos aprendido a utilizar as ferramentas a nosso favor e em prol do Carnaval de São Paulo.

Esse site é um projeto muito intimista e ao mesmo tempo abrangente. Espero que tenham aproveitado esse mês em que ele ficou online, e espero mais ainda que ele seja fonte de notícias e entretenimento durante os 365 dias do ano.

Um grande abraço.

Comentários do Facebook

Barroca promove Macarronada neste domingo

Previous article

‘Do Canindé ao samba no pé’, veja a sinopse da Pérola Negra

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like