0

O empresário Rodrigo Souto entregou ontem (18) sua carta de desligamento da presidência da escola de samba Sociedade Imperador do Ipiranga. Há três anos, Souto compõe a diretoria da agremiação sendo dois como vice-presidente e, este último, eleito para assumir o maior cargo da casa.

“Apesar de muito triste, me despeço com a consciência tranquila de que fiz o correto. Foram três anos de muito trabalho e muita dedicação que essa gigante agremiação merece”, declara Rodrigo Souto.

Após vencer as eleições, Rodrigo encarou a pandemia do Coronavírus e as incertezas do Carnaval como primeiros desafios da sua gestão. Com a crise sanitária, a econômica  e a crescente alta do desemprego, o ex-presidente iniciou uma batalha para estruturar um departamento social com a intenção de ajudar a comunidade da Vila Carioca.

“Imediatamente buscamos parceiros, empresários e ONGs e assim iniciamos a entrega de marmitas, cestas básicas, kits limpeza, água, máscaras, leite e muitos itens de primeira necessidade visando ajudar nossa comunidade. Dessa parceria chegamos a incrível marca de 50 mil refeições, 8 toneladas de alimentos e 5 mil itens de higiene entregues que se tornou uma das maiores ações sociais da história da escola e do Carnaval de São Paulo”, conta Rodrigo.

A diretoria ainda reformou a quadra com pintura, reparos gerais e reforma do teto.

Rodrigo e sua diretoria deram continuidade ao desenvolvimento do projeto de Carnaval que ficou para 2022. Lançou o enredo “Imperador e Nações Unidas semeando amor para colher felicidade”, realizou o concurso de escolha do samba-enredo, anunciou os finalistas do futuro hino, formou uma comissão de Carnaval e alinhou os departamentos de harmonia, time de canto, casais e alas.

Comentários do Facebook

Projeto Ponte Aérea realiza live com Laíla nesta terça-feira

Previous article

Nenê dispensa enredo e samba 2021 e lança reedição para 2022

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like