0

Por Gustavo Andrade
Com a colaboração de Felipe Cruz e Guilherme Queiroz

A sexta-feira foi 13, mas para os componentes da Independente Tricolor não houve azar. Nesta noite, a agremiação passou pelo sambódromo para realizar seu primeiro ensaio técnico rumo ao Carnaval 2017. Este ano a escola busca, ao lado de outras sete entidades, o campeonato ou vice-campeonato do Grupo de Acesso, para assim chegar à elite do carnaval paulistano. Com o enredo “É mentira”, ela mostrará os personagens “mentirosos” de nossa história.

Logo no “esquenta”, o time de canto relembrou o hino e na sequência os intérpretes Rafael Pinah e Pê Santana realizaram o grito de guerra. À equipe do Amantes, Rafael disse que ‘o enredo deste ano traz esperança num momento em que o país atravessa uma de suas maiores crises decorrentes da corrupção’.

Comissão de frente

Pelo segundo ano na casa, a coreógrafa Tatiana Freitas é quem assume a Comissão de Frente. Os ensaios vem acontecendo desde março e ela promete levar ao desfile uma proposta inovadora e diferente da que foi mostrada no ano passado. “Este ano, estou guardando uma surpresa a sete chaves. Não posso revelar! Mas a comissão está bem dinâmica, bem para cima e alegre”, revela.

A apresentação das alas e da bateria

Sem perder a harmonia e nem a evolução, os componentes estavam todos uniformizados e mantiveram o canto na ponta da língua até a dispersão. À frente da bateria, Mestre Klemen Gioz apostou nas paradinhas e animou o pequeno público que assistia a tudo das arquibancadas. Já os os casais de mestre-sala e porta-bandeira, que apostaram em um figurino sofisticado, também mostraram bom desempenho na passarela do samba.

IMG_1998

A opinião do público

Aos olhos do estudante universitário Adriano Silva o ensaio foi satisfatório. “Bom, o ensaio foi excelente e, do pouco que consegui presenciar, a escola estava bem compacta, com o canto muito forte, as alas evoluindo muito bem. Está de parabéns!”.

A voz dos componentes

O atendente Leonardo não perdeu o ânimo após o ensaio e nos contou como foi a emoção de passar pelo sambódromo. “Bom, nesse primeiro ensaio técnico notei muita vibração e garra da escola. A comunidade está vindo muito forte e vai cantar para subir. Vamos para o Grupo Especial! 100% Independente”.

O próximo ensaio técnico da Independente será realizado dia 21 de janeiro.

Comentários do Facebook

Evolução: um diálogo entre a dança e a bateria

Previous article

Galeria de fotos: ensaio técnico Independente

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like