0

Por Felipe Cruz e Tiago Bombonatti
Com a colaboração de Guilherme Queiroz e Thiago Carvalho.

O céu se abriu, mostrou seu luar e a Águia de Ouro chegou na passarela do samba na primeira noite dos desfiles das escolas de samba de São Paulo para apresentar seu enredo “Ave Maria cheia de faces”, idealizado e produzido pelos carnavalescos Amarildo de Mello e André Marins. A agremiação da Pompéia fez bonito ao exaltar ‘a maior mãe do universo’, a Virgem Maria.

O enredo não teve apelo religioso, mas trouxe um imaginário bem real e uma grande homenagem ao sentimento da feminilidade e da maternidade, uma comparação de devoção e fé a muitas “Marias”. Reverenciando mulheres que marcaram a história da humanidade, sinalizando o espírito de amor, do sentimento maternal e acolhedor.

IMG_5653

O esquenta da escola começou com um breve discurso do Presidente Sidnei Carrioullo, disse que se emocionou no último ensaio e pediu para que os componentes brincassem na avenida. O intérprete oficial, Douglinhas, emocionou alguns ritmistas e componentes ao começar a cantar o samba de sua autoria junto a  Juca ,Izanzinho, Cuca e Pelezinho.

 VÍDEO COM A LARGADA DA ÁGUIA DE OURO

Composta somente por mulheres, a comissão de frente, do coreografo Robson Bernardino, passou com um grande elemento alegórico e se apresentou com componentes que representaram algumas mulheres que marcaram a história de civilizações e da humanidade.

IMG_5587

Com uma formação bem diferente das outras agremiações, a Águia de Ouro posicionou seu primeiro casal logo atrás da comissão, a dupla João Carlos e Ana Paula bailarou com um fantasia repleta de penas de faisão azul e branco.

IMG_5623

Em seguida a bateria de mestre Juca mostrou muita irreverência ao realizar bossas e coregrafias que levantou o público na arquibancada monumental.

IMG_5616

Uma grande Águia na cor dourada e uma escultura de Gaya estamparam o carro abre-alas. A alegoria impressionou pela altura, acabamento e cumprimento. As fantasias estavam com um acabamento primoroso de de fácil leitura. No segundo setor, outra grande alegoria trazia esfinges e representações de mulheres da mitologia grega.

IMG_8459

O terceiro e o quarto setor desbravaram as mulheres existentes e que foram importantes à história. Todas as alas mostraram espontaneidade e vigor no canto do samba-enredo. Não foram presenciados problemas no quesito evolução, e a escola fechou os portões dentro do tempo regulamentar.

 

No final do desfile nossa equipe conversou com o diretor de Harmonia, Nenê, para saber da apresentação da escola, ouça:

 

Comentários do Facebook

Vila Maria traz lendas e mistérios de Ilhabela

Previous article

Com alegorias grandiosas, Rosas faz seu desfile sobre a história da Tatuagem

Next article

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like